+55 51 9.8912-4958

Como separar despesas pessoais e profissionais?

Por Cíntia Nobre

O problema mais comum entre os empreendedores, a falta de separação das despesas pessoais e profissionais, causador de uma gama de endividamentos e principalmente fechamento de negócios. 
Separar as despesas pessoais das profissionais é a primeira atitude que você precisa tomar ao abrir um negócio. Mas, muitas pessoas se perdem aí, pois nem sempre dispõe de um capital para "SOBREVIVER" enquanto o negócio ainda não está se pagando e com isso é uma mistura de valor daqui ou dali e quando percebe-se já virou uma bola de neve.
Algumas atitudes que você pode tomar para evitar problemas e crescer de forma organizada:
  1. Faça duas listas, uma dos gastos pessoais e outro dos gastos da empresa;
  2. Abra uma conta digital PJ e mantenha sua conta PF, na conta da empresa só paga o que for gasto da empresa, o que for para seu uso, transfira como seu pagamento para conta PF e de lá faça seus pagamentos pessoais.
  3. Enquanto não ter seu cartão de crédito corporativo, tente ao menos centralizar suas despesas da empresa em um único cartão de crédito e preferencialmente use-o apenas para empresa.
  4. Se trabalha em casa, pode dividir parte dos seus gastos como sendo da empresa e parte como sendo seu (Ex. Agua, luz e telefone, divida 50% do valor para você e 50% para empresa);
  5. Por último e não menos importante, tenha um fluxo de caixa. O FC é a forma que você tem de acompanhar todas as movimentações do seu dinheiro, sejam elas entradas e/ou saídas, o fluxo de caixa, precisa retratar a realidade financeira do seu negócio, por este motivo não sabote-se, não querer enxergar ou procrastinar só tende a levar você para um problema mais sério.

Estas são as 05 principais formas de implantar uma organização financeira no seu negócio, comece por aqui e alcance seus objetivos.

Até! 

Assistente Virtual / Secretária Remota.

O que é? Como oferece serviços? Como contratar uma assistente?

Por Cíntia Nobre

O boom da pandemia trouxe para o mercado a necessidade de adaptação ao digital. Com isso, avançamos 10 anos em alguns meses de confinamento. Desde 2015, uma onda de empreendedoras, chamadas de assistentes virtuais ou secretárias remotas vêm ganhando espaço no Brasil. E com a pandemia, a procura por esta profissão acelerou!

Mas o que é a assistência virtual ou secretariado remoto? Como oferecem seus serviços? Como se contrata uma profissional deste ramo?

Vamos aos esclarecimentos: Assistente virtual, ao contrário do que se pensa, não é um robô, um computador ou outro equipamento qualquer. Essas tecnologias de fato existem, mas são chamadas de chatboots no mundo digital. 

Uma assistente virtual ou secretária remota, é uma pessoa, quase que 97% são mulheres, mas este índice vem diminuindo com a entrada do público masculino.

Conceituando então: São profissionais que decidiram empreender, na grande maioria do seu home office ou escritório, trouxeram ao mundo corporativo suas habilidades em formas de serviços digitais.

Como são oferecidos estes serviços? Através da prestação de serviços sem vínculo trabalhista, você contrata um serviço, pacote de serviços ou horas de trabalho, a assistente por sua vez, executa os trabalhos, sua cobrança se dá pela emissão de nota fiscal sem que haja qualquer vínculo trabalhista no processos.

Mas se você está pensando, se uma assistente é para o seu negócio, vou te dar algumas dicas para que possa analisar: 

  • A assistente não pode ser tratada com funcionária, é sua parceira;

  • Ela presta serviços para você e outros empreendedores / empresários, sem exclusividade ou disponibilidade em tempo integral;

  • Ela não vai te cobrar salário fixo e sim, sobre o que você necessitar;

  • Ela é especialista no que faz, você precisa apenas abastecê-la com as informações específicas do seu negócio;

  • Normalmente trabalha-se com contrato de prestação de serviços e com cláusula de confidencialidade.

Onde você encontra uma assistente virtual? Existem plataformas especializadas que concentram uma gama de perfis que você pode avaliar e entrar em contato para um orçamento sem qualquer compromisso. Você também pode fazer buscas na internet e nas redes sociais.

Recomendo apenas estar atento aos diferenciais das profissionais, você vai encontrar os mais diversos perfis, dos mais variados preços e experiências. Cabe a você analisar o que é melhor para o seu negócio.

Até a próxima.

A sobrecarga de trabalho no mundo do empreendedorismo.

Por Cíntia Nobre

Empreender, por si só já é um desafio constante.  E quando junto com este desafio enfrentamos uma sobrecarga de trabalho é praticamente um atestado de estafa sendo preenchido.

Praticamente uma consequência do acúmulo de trabalho, o estresse não perdoa, mais dia menos dia ele vai aparecer, e muitas vezes quando o identificamos já estamos em um nível importante que nos exige cuidados.

E como podemos evitar este tipo de complicação? Cuidando, não podemos esquecer de nossa saúde mental, de nosso auto cuidado, precisamos ter em mente que somos a peça que faz a engrenagem funcionar.   

Use e abuse das dicas de organização e produtividade que o Mercado oferece, estabeleça uma rotina, reserve um tempo para si. Os resultados do seu negócio são consequência das ações que toma,  suas escolhas são fundamentais.

Então, te convido para que escolha a felicidade, como um ciclo vicioso, suas escolhas geram resultados,  e os resultados geram a  motivação que necessita para tocar seu negócio e fazê-lo um negócio de sucesso.

Até a próxima.